Maracujá: benefícios vão da polpa às folhas. Como aproveitar?

O maracujá é uma fruta de sabor suave que é conhecida por seu efeito calmante, mas que também agrega diversos outros benefícios à saúde.

No Brasil, o termo “maracujá” é usado para se referir, genericamente, às espécies pertencentes ao gênero Passiflora, que é extremamente heterogêneo. Cada tipo apresenta frutos e folhas com formato e cores próprias, polpa com propriedade físico-química peculiar e composição nutricional característica.

Tipos de maracujá

Existem mais de 500 variedades de maracujá, sendo que mais de uma centena delas é cultivada em solo brasileiro.

“Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), no País só são produzidas algumas espécies que se adequam ao clima e têm potencial econômico para comercialização”, afirma a nutricionista Viviani Fontana, conselheira do Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª região de São Paulo (CRN-3).

O mais comum nos mercados é o maracujá-amarelo, também chamado de azedo. De casca grossa e enrugada e cheio de sementes, é o mais indicado para fazer sucos.

Já o maracujá-doce, por exemplo, é melhor apreciado quando consumido in natura, pois seu suco pode ser enjoativo.

Ainda existem tipos que são aproveitados para outras finalidades, como o maracujá-ornamental, cujas flores são voltadas a decorações.

Propriedades nutricionais

Ácido Fólico
Betacaroteno
Cálcio
Carboidratos
Cobre
Ferro
Fósforo
Fibras
Gorduras
Magnésio
Potássio
Proteínas
Vitamina A
Vitamina B2
Vitamina B3
Vitamina B6
Vitamina C
Zinco

Benefícios do maracujá

Rico em vitaminas do complexo B, vitamina C, ferro, fósforo, potássio, magnésio, betacaroteno e antioxidantes, os efeitos positivos do maracujá no organismo são diversos. Veja:

Combate câncer e outra doenças
Os flavonoides do maracujá são elementos antioxidantes, ou seja, que combatem os radicais livres que causam alterações em células saudáveis. Devido a este fator, esta fruta colabora com a redução do risco de câncer e doenças cardiovasculares.

Melhora a imunidade

O maracujá também ajuda a aumentar a imunidade, que é o sistema que protege o organismo de toxinas, vírus, bactérias e outros micro-organismos que podem gerar doenças.

Este benefício é alcançado graças à presença de vitamina C e do pigmento beta-criptoxantina.

Para o sistema digestivo

A grande quantidade de fibras e água melhora o trânsito digestivo e colabora com a absorção de nutrientes dos alimentos.

Um maracujá contém aproximadamente metade da dose diária recomendada de vitamina C e é capaz de fornecer a quantidade de fibras que o corpo necessita num único dia.

Para a pressão

O ferro, o potássio e o cobre presentes neste alimento beneficiam o sistema circulatório pois dilatam os vasos sanguíneos, aumentando o fluxo e reduzindo a pressão arterial.

Para a pele

As vitaminas A e C auxiliam na reprodução celular adequada e combatem os radicais livres que colaboram com o envelhecimento da pele.

Para o cabelo

As vitaminas e minerais ajudam no aporte de oxigênio e nutrientes aos folículos pilosos, colaborando com madeixas saudáveis e bonitas.

Reduz colesterol e diabetes

Segundo a nutricionista Suelen Leal, voluntária do Instituto Horas da Vida, a parte branca do maracujá – que geralmente é descartada com a casca – é rica em fibra pectina, que ajuda na absorção de gordura, redução do colesterol e controle do diabetes.

Acalma?

O maracujá faz bem porque contém alcaloides e flavonoides que agem no cérebro como tranquilizantes naturais, aliviando estresse, dores e combatendo a insônia.

Benefícios das folhas de maracujá

A substância passiflorina, alcaloide presente no maracujá, age como antioxidante e calmante. Esse nutriente se encontra principalmente nas folhas do maracujazeiro, podendo ser aproveitada em chás preparados com estas partes da planta.

“Além disso, estas folhas têm propriedades medicinais que servem como vermífugo, analgésico para cólicas menstruais ou até como auxílio no tratamento de alcoolismo e dependência química”, lista Suelen.

Benefícios das sementes do maracujá
A semente de maracujá é ótima fonte de fibras e tem alto teor de vitaminas e minerais.

“Consumindo na forma de suco, é possível bater a polpa com as sementes e tomar sem coar”, lembra a nutricionista do Horas da Vida.

Fugindo da área alimentar, a indústria cosmética utiliza bastante estes grãos produtos esfoliantes.

Tintura, extrato e cápsulas de maracujá
Mais do que o suco de maracujá, estes são os produtos que têm o mesmo efeito calmante sobre o sistema nervoso central. “Tanto a tintura, como o extrato e as cápsulas são ricas em compostos chamados harmônicos que agem pontualmente nos receptores cerebrais, reduzindo a ansiedade e melhorando os quadros de insônia”, afirma Vanderli Marchiori, nutricionista e fitoterapeuta da Câmara Técnica do CRN-3.

A tintura de maracujá é geralmente extraída das flores do maracujazeiro. Trata-se de um fitoterápico para o tratamento auxiliar ea depressão, ansiedade, pressão alta e nervosismo, além de servir também como diurético e antiespasmódico.

Já o extrato fluido e as cápsulas têm basicamente os mesmos benefícios, sendo o extrato usado também para o tratamento de herpes.

Estes produtos podem ser encontrados em farmácias de manipulação, lojas de produtos naturais, e mercados. É preciso sempre usá-los conforme a orientação médica.

Contraindicações

Segundo Vanderli, “a presença abundante de fibras insolúveis nas sementes do maracujá é um alerta para pessoas que sofrem de sintomas de diverticulite e síndromes inflamatórias intestinais”. Isso se deve ao fato de que as fibras das cascas das sementes não são digeridas pelo organismo, o que pode agravar doenças digestivas.

É também preciso lembra que, se consumido em excesso, o maracujá pode causar sonolência e pressão baixa.

Especificamente, gestantes devem evitar as formas mais concentradas da fruta, pois pode haver estímulo da contração do útero.

Qual a melhor forma de consumir?

Não existe uma forma ideal de consumo de maracujá, já que todas as suas partes fornecem boas propriedades. Desta maneira, o mais indicado é buscar um nutricionista para receber orientações sobre como aproveitar todos os benefícios da maneira mais adequada.

Fonte: Ativo Saúde

Maracujá: benefícios vão da polpa às folhas. Como aproveitar?